Arte da Coreia a Chicago

Kim Beom, como é mais conhecido, formou-se na Universidade de Seul e também estudou no Instituto de Arte de Chicago. Talvez você o conheça por suas obras mais famosas:
8394311543_3a9f61e632_b

8394313391_90ff681f2e_b

8394312733_edd700d4e6_b

Polêmico, ele discute nossa relação com a natureza na maioria de seus trabalhos:

8395398090_79852aab72_b 8395396718_504b1c0eda_b 8394314935_b1d597a695_b 8394312107_1471c2ee90_b

Sem dúvida alguma, você precisa conhecer mais sobre ele. Selecionamos as imagens do Portfolio dele no site, mas dê um pulo lá para conhecer todas as obras: vale a pena!

Designed for Love + Happiness

The Tree é uma instalação assinada pelo escritório LAAB Architects que brinca um pouco com a nossa relação com a natureza. Uma árvore artificial na qual são pendurados pequenos vasos com plantas naturais, tem iluminação em seu “tronco” e “galhos” e dá uma percepção completamente diferente do ambiente onde é instalada. Além das fotos que o LAAB divulgou em seu site, eles também fizeram um vídeo sobre o projeto, que descrevem como:

Art + Architecture
Designed for Love + Happiness

tree

1312_Tree-2

1312_Tree-3

Sombras

Em agosto de 2015,a galeria 886 Geary apresentou, em São Francisco, a exposição Shadows, de Matt W. Moore. O artista ficou 2 meses na cidade de Oakland e mais 2 semana em residência na própria galeria para criar uma exposição em que geometria, tridimensionalidade e cores brincam para criar obras e intervenções em cinco espaços distintos.

O resultado é interessantíssimo e o mais legal é que o próprio Matt, em seu site, compartilha um pouco do processo de produção dessa exposição – e imagens da própria exposição:

Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_Process_13

Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_Process_17

Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_B3 Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_E12 Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_Gallery_2 Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_Gallery_4 Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_Gallery_6 Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_Process_2 Matt_W_Moore_Shadovvs_886_Geary_Process_6

Arte, design e arquitetura por Katrin Sigurdardottir

Katrin Sigurdardottir é uma artista muito ligada ao design e arquitetura. Suas obras brincam e mexem com a nossa percepção espacial por meio da distorção do espaço. O efeito é bem interessante – principalmente ao vivo! Ficamos pensando na complexidade do que está ao nosso redor e de como o espaço interfere na nossa vivência – para o melhor ou pior! Uma lição que todo designer e arquiteto precisa ter em mente. Afinal, eu não quero ficar em lugares onde eu não me sinto bem. Você quer? 😉

Nossa obra preferida é essa: Boiserie. Com a criação de dois espaços diferentes, Katrin deixa muito claro o objetivo do seu trabalho. A primeira foto não mostra totalmente o espaço, mas é um quarto fechado e os vidros espelhados deixam a gente ver o que está dentro sem interferir de maneira alguma.

13

Cabris detail 14

Fotos: Ron Amstutz

Foundation é outra obra importante dela. É daquelas que deixa todo mundo com medo: pode ou não pode subir? Pode! É só assim que dá para entender a questão da perspectiva dentro do espaço!

22

Foto: Orsenigo_Chemollo

Palavras são imagens

Essa é a afirmação do britânico Craig Ward, que hoje mora em NY. Só de olhar o trabalho dele, não ficam dúvidas de que Craig realmente transforma palavras em imagens – tudo por meio de seu olhar de designer e artista.

Com um Portfólio que vai desde Editoriais até Moda, passando por trabalhos pessoais, Craig também já publicou o livro “Popular Lies About Graphic Design”. Ou seja: ele é daqueles profissionais que cria 24h por dia!

O resultado? Ficamos sem palavras para descrever!

ad_hennessy_02 fall_2000px pers_goodtypographyisinvisible

pers_ybma_01_2000px

Imagens: Craig Ward

Aproveitando que estamos quase em 2016, que tal escolher as palavras que você vai transformar em imagem/realidade neste ano? Sugestão: comece pela Felicidade!